Em Andamento

Projetos de Pesquisa

2018 – 2021 | Arquitetura de fácies e estratigrafia de alta resolução de sistemas fluviais entrelaçados: Depósitos fluviais consistem em importantes reservatórios de hidrocarbonetos. O Grupo Serra Grande presente na Bacia do Parnaíba consistem em excelentes análogos de reservatórios fluviais entrelaçados. Dessa forma o presente projeto tem como objetivo principal a caracterização dessa unidade, visando a reconstrução da arquitetura deposicional e estratigráfica. Através da confecção de (i) seções colunares em afloramentos com o auxílio de dados de raios-gama; (2) detalhamento de painéis laterais a partir de fotografias e dados de GPR e Laser Scanner; (3) elaboração de modelos deposicionais com o auxílio de modelos tridimensionais elaborados no PETREL, será possível a elaboração de modelos deposicionais qualitativos e semi-quantitativos, identificando-se as principais litofácies e associações de fácies/elementos arquiteturais, assim como a definição de um arcabouço estratigráfico de alta resolução de sistemas fluviais entrelaçados.  Coordenadora: Manoela Bettarel Bállico. Financiador: PETROBRAS


2021 – Atual | PROJETO AQUÍFEROS I | Modelagem geológica: implicações para a caracterização de aquíferos subterrâneos: Os aquíferos subterrâneos armazenados em rochas sedimentares são um dos principais recursos hídricos no Estado de Santa Catarina. Geralmente, os aquíferos subterrâneos apresentam excelentes características, principalmente com relação à alta razão net-to-gross (refere-se a maior abundância de corpo de areia, em relação à espessura bruta) e as propriedades petrofísicas (porosidade e permeabilidade). No entanto a ausência de estudos científicos específicos sobre os sistemas deposicionais que armazenam as águas subterrâneas, aliado à falta de informação requer inúmeros desafios para a gestão consciente desses recursos hídricos. Nos últimos anos inúmeros trabalhos têm aplicado distintas tecnologias na caraterização de reservatórios, sendo uma das técnicas que mais tem sido aplicadas é a utilização de Modelos Virtuais de Afloramentos, que permitem criar uma representação digital geométrica e visual realista do afloramento. O presente projeto propõem o detalhamento da arquitetura deposicional e a definição de diferentes escalas de heterogeneidades dos sistemas fluviais da Formação Rio do Rasto (Membro Morro Pelado) e sistemas eólicos da Formação Botucatu na Mesoregião Serrana do Estado de Santa Catarina. O detalhamento das heterogeneidades multiescala em afloramentos, suas distribuições e extensão lateral dentro desses sistemas permite auxiliar na caracterização dessas propriedades em subsuperfície. Através da análise combinada de perfis colunares e quantificação dos elementos arquiteturais, extraídos dos modelos fotogramétricos 3D, aliado a análise das principais propriedades petrofísicas, o presente projeto propõe estabelecer as relações geométricas tridimensionais dos corpos reservatórios e a partir disso gerar modelos geológicos preditivos tridimensionais. Como resultados esperados, sob o ponto de vista científico, a análise integrada dos dados obtidos permitirá caracterizar com detalhe os aquíferos sedimentares da Mesoregião Serrana. Do ponto de vista social, esse projeto irá promover a formação de recursos humanos, como também irá solidificar a parceria entre universidades, promovendo interdisciplinaridade no ramo das Ciências da Terra. E por fim, sob o ponto de vista socioeconômico, essa pesquisa poderá auxiliar as instituições públicas e/ou privadas para exploração dos recursos hídricos subterrâneos. Financiador: FAPESC


Projetos de Extensão

2021 – Atual | LET’S ROCK: Geologia virtual e divulgação científica: As ferramentas virtuais e as geotecnologias têm aplicação crescente na análise geológica de afloramentos rochosos, amostras de minerais, rochas e fósseis. A presente proposta visa produzir e disponibilizar ao público, através de um sítio eletrônico (letsrock.paginas.ufsc.br), modelos 3D de afloramentos rochosos e amostras de minerais, rochas e fósseis, que representem a diversidade da geologia. Afloramentos e amostras de rochas, minerais e fósseis, bem como estruturas geológicas significativas serão selecionadas e fotografadas para a produção dos materiais virtuais. As informações geológicas de cada material serão compiladas para compor um banco de dados geológico. O sítio eletrônico LETSROCK irá abrigar e compartilhar modelos virtuais 3D texturizados fotorrealistas, panoramas esféricos, imagens de alta resolução e roteiros virtuais. Todos os materiais produzidos serão disponibilizados de forma gratuita e também serão compartilhados com a Biblioteca Virtual da Geologia do Brasil. Espera-se que o acervo produzido possa ser utilizado para suporte às atividades de ensino de cursos de nível médio e superior, em cursos de graduação e pós-graduação. O acervo poderá ser utilizado para fins de pesquisa, por meio da extração e integração de informações nos modelos 3D fotorrealistas e imagens de alta resolução.